X

Carta de Crédito: saiba como utilizá-la para comprar um imóvel

22 de maio de 2023

Carta de Crédito: saiba como utilizá-la para comprar um imóvel

Na aquisição de um bem como um imóvel, a alternativa mais comum e conhecida no mercado tornou-se o financiamento imobiliário, mas ultimamente a carta de crédito está ganhando cada vez mais espaço entre os investidores por sua facilidade e condições mais favoráveis.

Contudo, para quem está considerando investir em uma propriedade dessa forma, é necessário entender quais são as principais informações relacionadas a esse tema para não haver maiores frustrações no processo de compra de um imóvel.

Dessa forma, a seguir mostraremos os principais tópicos sobre o tema e o que é necessário que você conheça.

Continue a leitura.

Carta de crédito e consórcio: qual a relação?

Para sabermos o que significa a carta de crédito e como a mesma funciona, precisamos entender primeiramente sobre consórcio.

O CONSÓRCIO

O consórcio é uma modalidade de autofinanciamento no qual um grupo de pessoas se juntam para a criação de uma poupança voltada para aquisição de um bem material, seja ele um automóvel ou uma residência, por exemplo. Nesse sentido, todos os integrantes têm o compromisso de pagar mensalmente uma parcela que se refere ao valor do bem no qual se deseja adquirir. Contudo, só é possível usufruir dessa quantia através da aquisição carta de crédito. 

Mas o que é isso? 

A CARTA DE CRÉDITO

Bom, a carta de crédito é um documento financeiro vinculado a um consórcio contratado por uma pessoa que atesta e libera o valor conquistado após a contemplação do mesmo.

Então, diferentemente de um financiamento imobiliário, o valor não fica disponível de forma imediata para a aquisição de um bem. Para isso, o investidor do consórcio precisa pagar mensalmente e em dia uma taxa de administração e ser contemplado com a carta de crédito no valor desejado, que pode ser feito de várias formas.

Quer entender como? Confira a seguir!

Como conquistar a liberação do crédito?

Conforme abordamos acima, com o consórcio você não adquire de imediato o valor do bem que deseja adquirir. Na verdade, a contemplação da quantia se dá pela aquisição da carta de crédito, que pode ser conquistada por algumas formas:

→ Sorteio

Nas reuniões mensais, presenciais ou online, dos grupos de consórcios, existem alguns escolhidos, por sorte, a terem acesso à carta de crédito. 

→ Lance

Assim como em um leilão, a carta de crédito é concedida àqueles que derem o maior lance para conseguir aquele benefício. Para isso, é necessário contar com uma reserva para oferecer um bom valor com o lance e ser contemplado.

→ Término do prazo estabelecido

Mesmo que o participante do consórcio não conquiste a carta de crédito pelos meios citados anteriormente, ainda assim, ele receberá o seu valor financeiro ao final do prazo estabelecido em contrato. Esse prazo irá depender da modalidade de consórcio. Contudo, para o mercado imobiliário, os grupos costumam durar 180 meses (15 anos).

→ Comprar uma carta contemplada

Ao adquirir uma carta de crédito contemplada, você não precisa passar por toda a jornada do consórcio, pois ela já pertenceu a alguém que pagou as taxas e mensalidades.

Em suma, se alguém adquirir esse documento de crédito, já tem acesso ao dinheiro do bem que deseja adquirir à vista, seja um carro ou um imóvel, pagando os valores restantes das parcelas, se houver.

Mas atenção! Atente-se aos golpes da falsa carta de crédito contemplada, que põem em risco seu investimento.

Como usar a carta de crédito para aquisição de um imóvel?

A carta de crédito imobiliário é usada para a participação em consórcios voltados à aquisição de imóveis, sejam casas ou apartamentos. Dessa forma, se você deseja comprar uma propriedade, deve fazer parte de um grupo de consórcio que escolha o mesmo valor de crédito que você ou um valor aproximado. 

Por exemplo, se está nos seus planos comprar um apartamento de 3 milhões de reais, é necessário encontrar um consórcio que se adeque às expectativas, para que você participe de um grupo com metas similares as suas.

E, assim como nos demais consórcios, você passará pelas etapas de:

  • Pagamento de parcelas;
  • Contemplação da carta de crédito;
  • Análise de crédito;
  • Indicação de quem irá receber a carta de crédito – proprietário do bem (incorporadora, construtora, imobiliária, etc.);
  • Pagamento das parcelas restantes (se houver). 

Entretanto, é importante lembrar que o consórcio, bem como a contemplação da carta de crédito, é um método que visa o longo prazo, pois seus processos tendem a ser mais demorados do que o pagamento à vista ou financiado.

Por isso, se você pensa em considerar essa modalidade na hora de comprar o seu apartamento de alto padrão, vale a pena entender e considerar tudo o que foi abordado aqui.

Quer saber mais assuntos relacionados ao mercado imobiliário, principalmente o de alto padrão?

Viste nosso blog e veja diversos conteúdos que podem ser valiosos para você.

IR PARA O BLOG DA SEISA 

SIMILARES

17 de agosto de 2023

Roteiro gastronômico nos Jardins: confira 8 dicas de restaurantes

2 de agosto de 2023

Você já conhece os benefícios da iluminação natural?

Comentários

Nenhum comentário

Deixe o seu comentário!

75  +    =  83